Posse após ganhar o jogo aéreo

Objectivo do exercício

Ganhar o jogo aéreo + Posse e circulação

Este exercício parte de uma disputa de bola aérea, tendo um segundo objectivo que será a conversão desse jogo aéreo numa posse de bola curta e apoiada, privilegiando a mobilidade e as combinações. A ligação de princípios e de momentos do jogo, será muito importante, por exemplo na resposta ao eventual jogo directo e aéreo adversário. Dado o seu objectivo inicial está caracterizado como exercício de organização defensiva, porém uma caracterização redutora tendo em conta os princípios envolvidos. Por outro lado, a ausência de organização estrutural das equipas e de alvos, torna o exercício menos rico, tendo em conta a realidade do jogo. O passo seguinte seria procurar integrar estes elementos.

Para (Maciel, 2011), a Articulação de Sentido, “trata-se de um conceito que vai precisamente ao encontro do cerne do pensamento sistémico. A enfâse no pensamento sistémico é colocada nas relações, o segredo está nas conexões. Ou seja, o sucesso do processo de treino tem a ver com isto, depende muito do modo como eu articulo as coisas, isto é, como as relaciono e partir daí teço a minha teia dinâmica. A Articulação de Sentido tem precisamente isto subjacente e tem a ver com a conexão coerente que se faz entre as partes implicadas no processo, e vale a nível da operacionalização dos Princípios Metodológicos e a nível da manifestação e vivenciação dos princípios de jogo. Portanto, a matriz conceptual para manifestar fluidez na sua concretização deve revelar internamente uma determinada articulação de sentido, que sendo coerente permite o emergir de uma realidade consistente, um Sentido, o nosso jogar, ou o sentido que queremos dar ao nosso jogar".

Segundo (Gomes, 2011), “a intimidade colectiva que as equipas desenvolvem faz com que os jogadores vivenciem situações comuns. O que faz com que os neurónios espelhos se activem. No entanto, isto não chega para que se tornem contextos comuns. É fundamental haver um sentido, um conteúdo que permita a assimilação do que acontece de uma mesma lógica – NECESSIDADE DA ARTICULAÇÃO DE SENTIDO. Assim, a activação dos neurónios é fundamental para se gerar a química mas é a informação que permite reconhecer que o Messi abre sem bola na linha para ganhar espaço no meio para o Xavi, ou seja, para que haja uma codificação no «aqui e agora» igual por parte dos referidos jogadores”.

(…) de acordo com Gaiteiro (2006) podemos afirmar que aquilo a que chamamos “parte” é apenas um padrão numa teia inseparável de relações, não existindo portanto, partes em absoluto.
(Azevedo, 2011)

Partilhar:

Comentários

Sobre Ricardo Ferreira

Ricardo Ferreira

...

  • LinkedIn
  • Site
  • E-mail
Mais recente Mais popular