Entrevista a Sandro Pinto

Entrevista a Sandro Pinto

Sandro Pinto, tem apenas 19 anos e já tem tem a sua própria escola de Guarda Redes, treinando inclusivé uma equipa na Nacional de Juniores. A Wicoach apoia o evento "Dia do Guarda Redes Academy Gk by Sandro Pinto" no próximo dia 25 de Junho.

Com apenas 19 anos de idade já tens a tua própria escola de Guarda Redes, que habilitações tens ao nível do treino?

Tudo na vida deve começar pela paixão, pelo gosto com que nos dedicamos a algo e pensar no que podemos fazer, quando deixei de jogar com 15 anos e comecei a acompanhar as equipas do meu pai. Ao fazer um trabalho de observador de jogos, também comecei um estágio na Geração Benfica Estádio. Com 17 anos continuei um estágio na Geração Benfica Estádio acompanhando uma equipa (Seleção 2005) e no Sport Grupo Sacavenense como treinador de guarda-redes dos juniores, uma época fantástica onde tive o meu primeiro contacto com uma equipa de competição de alto nível e consegui o titulo de campeão da Segunda divisão Nacional de Juniores, na época seguinte prossegui o meu trabalho como técnico de guarda-redes do Sport Grupo Sacavenense. Aos meus 19 anos consegui realizar um sonho, abrir a minha escola de treino especifico de guarda-redes, onde contamos em 3 meses com 2 polos e com a Coordenação do Treino de Guarda-Redes do Casa Pia AC, tenho também realizado alguns estágios S.C.Braga (equipa B e Juniores)

 

Gostavas de ter sido jogador profissional ou o teu grande sonho é ser treinador profissional?

Uma pergunta um pouco difícil, na verdade nem todos somos o Buffon ou o Cech, penso que como todas as outras crianças, em pequeno um dos meus sonhos era ser jogador, mas com o decorrer do tempo fui me criando um amante do Treino e do Empreendorismo desportivo, comecei a achar muito interesse em toda a parte envolvente do futebol

 

Além de treinador e empreendedor que fazes neste momento?

Sou estudante universitário no Curso Educação Física e Desporto no ramo de Treino Desportivo/Futebol  porque aprender nunca é de mais e estou inserido num “Mundo” em que as experiencias vividas não são suficientes para debater com todas as barreiras que nos iremos encontrar ao longo do tempo

 

O que a tua escola de futebol oferece aos GR que te procuram? Que idades têm os GR que frequentam as aulas?

Oferecemos um treino especifico de guarda-redes com um corpo docente, qualificado e experiente, com materiais diversificados para todas as vertentes do treino necessário a esta posição especifica, além de muita qualidade e com bom tempo e espaço para uma boa prática. As idades que estamos focados são as idades compreendidas entre os 7 – 18anos.

 

A partir de que idade é que um atleta deve começar a ter um treino específico de guarda-redes, sabendo que no fut.7 os atletas estão sempre com ideias de mudar de posição?

Nos escalões mais baixos do futebol de formação (Traquinas e Benjamins), o grande objetivo é a aprendizagem e diversão dos atletas, assim penso que todos os atletas devem experimentar todas as posições a menos que as suas características sejam de tal maneira evidentes que se note que “nasceu” para aquela posição. Mais tarde e depois de uma previa avaliação dos técnicos, os mesmos irão informar os jovens atletas e os país de qual será o melhor lugar para os pequenos craques ocuparem em campo. Contudo penso que o treino especifico de guarda-redes deve começar a ter um maior foco a partir dos 7 anos, onde o atleta já terá mais controlo sobre o seu corpo e saberá já o que realmente gosta, contudo não quer dizer que mais tarde não venha a mudar de posição.

 

Qual o projeto para o futuro da Escola?

Sou uma pessoa muito crente e para mim não existem limites vou ate onde Deus me deixar ir, temos estado a trabalhar bem e o projeto tem estado a crescer a olhos vistos, penso que temos um futuro muito risonho pela frente. Estamos a desenvolver algumas ideias para implementar que nos ajudarão a crescer.

 

Costumas analisar vídeos de treino e jogos com os seus GR? Onde incide mais essa análise? É feita em privado ou com os restantes jogadores?

Sim, costumo analisar no segundo treino da semana com os GR de competição, em um primeiro momento observo em particular com o atleta para ele ver o que teve de errado ou de menos bom e digo em que parâmetros nos vamos focar no treino para melhorar, depois junto todos os outros GR para os mesmos identificarem o erro do colega e também para me dizerem o que fazer para melhor, assim estaremos a melhorar todos.

 

Fazes uma pré avaliação do GR e depois defines um plano de ação, baseado nas principais dificuldades ou trabalhas de forma igual com todos?

Costumo de planear o meu trabalho na dificuldade e no erro do guarda-redes, pois sou da opinião que se existe erro, temos de o combater e que a prática leva ao aperfeiçoamento.

 

O que é mais difícil para um treinador conseguir mudar /alterar /treinar num GR?

Nos guarda-redes mais velhos Iniciados, Juvenis e Juniores se existe erro, o próprio corpo já está tão mecanizado no erro que demora algum tempo para modificar o erro para uma boa prática e aperfeiçoar essa boa práticas, mas esses são alguns dos desafios que nos dão gosto de trabalhar para conseguir acabar com sucesso por ter conseguido ajudar o atleta.

 

Cada vez mais o GR participa no jogo com os pés, como vês e trabalhas essa evolução do jogo?

Ótimo ! isso só veio tornar o guarda-redes um jogador mais completo e ter um bom jogo de pés pode ser mais um porto de segurança para a equipa. Trabalhamos o jogo de pés dentro dos exercícios de coordenação e durante o trabalho de equipa (jogo), para a pouco e pouco o atleta se habituar a nível de espaço e auto confiança, melhorando assim esta sua característica.

 

Quais os seus treinadores de referência?

Eu posso dizer que me sinto um sortudo, sou filho do meu treinador de referência ahaha, Luís Nunes ao longo dos meus 4 anos de futebol tem me ensinado muito, não só como profissional mas também como pessoa, os seus sucessos, a sua humildade, a forma como consegue juntar um grupo de trabalho em uma família, tudo isso faz que ele se torne um treinador completo. E tenho um carinho especial por outros como o mister José António, o homem a quem chamo de Mestre que posso falar mil vezes com ele que essas mil vezes são sempre momentos de muita partilha de experiencia e sabedoria. A pisar os grandes palcos europeus a minha referencia é Jurgen Klopp. A nível de treino de Guarda-Redes a minha grande referencia é o Mister Fernando Justino. 

 

Qual o GR que gostarias de trabalhar?

O guarda-redes que eu gostava de um dia treinar e com pena minha não vai ser possível é o Buffon, foi ao vê-lo que começou a crescer em mim o enorme gosto pela posição de guarda-redes e para mim está inserido no grupo “Senhores do Futebol” aqueles que devem ser uma referencias para todos os jovens.

 

Quantos treinadores trabalham na tua Escola? E atletas?

Neste momento temos 5 treinadores e 31 Guarda-Redes ! Estamos a crescer, passo a passo.  

 

Com 5 meses de projeto já tens algumas Histórias, qual para ti foi a que te marcou mais ?

A 3 mês recebi uma mensagem na página da academia de um atleta que morava em Oliveira de Azeméis, e que fez parte da sua formação no Oliveirense dizendo que gostava do projeto e que gostava de treinar comigo, mas como era longe seria complicado porque morava a 300 km, eu disse lhe que quando realiza-se mos um evento ele seria convidado a vir participar, nessa mesma semana na sexta feira chego ao treino e qual é o meu espanto que o atleta estava lá á minha espera  com o equipamento do Oliveirense, cheio de vontade de treinar. Para ser sincero nem sabia que reação deveria de ter com o atleta, são estes momentos que nos ficam na memoria que nos dão força para continuar com força e vontade de alcançar grandes metas.

 

Qual a opinião que tens dos treinadores Portugueses? E no caso específico de treinadores de GR?

O treinador português tem tudo um papel muito importante no futebol mundial, não é por acaso que temos os melhores técnicos do mundo e temos tido imensos técnicos campeões e isso tem tornado o Treinador Português como uma referencia. Cada vez mais o Treinador de Guarda-Redes se começa a afirmar, a prova é o mister Paulo Grilo tem realizado um enorme trabalho na MLS que é uma liga que esta a crescer a pique, o Mister Hugo Oliveira que tem realizado um ótimo trabalho ao serviço do Sport Lisboa e Benfica. Não tenho a menor duvida que os novos técnicos tem muita qualidade e que isso influencia muito o futebol, por onde tem passado.

 

O que podemos esperar do evento de dia 25?

Podemos esperar bons momentos de aprendizagem e partilha, mais um grande momento de paixão pela posição. Vamos ter connosco dois treinadores com muita experiência o Miguel Mirando do Sport Lisboa e Benfica e o Alexandre Vicente da escola Alex 24, dois bons amigos que nos que vem dar mais um toque de sabedoria ao nosso dia !
 
 
Qual a tua opinião acerca da WICOACH?

 A Wicoach veio dar mais voz ao treinador, foi uma ótima ideia criar um espaço onde o treinador pode expor as suas ideias e partilhar experiencias. Pois todas essas partilhas serão sempre fonte de aprendizagem para os técnicos. Desejo os maiores sucessos a Wicoach ! Obrigado !

 

 Muito Obrigado pela Colaboração.

 

 

 

 

 

Agradecemos muito a tua disponibilidade de partilhar conhecimentos connosco. Pedíamos uma mensagem para todos os treinadores que são seguidores da WI Coach

 

 

 

Partilhar:

Comentários

O que se passa hoje?